26 julho 2017

Radiohead - OKNOTOK (2017)

Para regressar à estante teria que haver um motivo, ou não. Facto é que a saudade aperta e o laço não se desfaz à percussão da corrida diária, há o medo de escolher, há o medo de não fazer sentido, há a desculpa da falta de tempo. Confirmamos em stock isso tudo e também o amor por ouvir musica. Eis-nos então de volta.

Validar o regresso nada melhor do que tocar um álbum – Ok Computer, em loop, pelo menos 5 vezes seguidas. Reler as letras e recordar o que significavam na altura. Como a idade adulta ainda estava longe e nada mais interessava senão o que se ouvia. Quem era de que clã. E como o defender. O inverno, travestido de idade adulta, aproximava-se. Adiante. Vinte anos passados, Ok Computer, contínua imaculado, como todas as colheitas vintage do vinho do porto. Há algo de intransitivo nisto que não se consegue explicar. Vamos ouvir uma sexta vez…

Bom tinha de escrever dois parágrafos para poder falar do OKNOTOK que aparece 20 anos depois, para homenagear o OK Computer e a primeira faixa (suspiro) é a “I Promise”.


Só para poder colocar aqui esta música:


1 comentários:

Crystal Rat disse...

Já valeu a pena esta prenda dos Radiohead, só pelo facto de escreveres de novo aqui. Confesso que já tenho saudades tuas. Grande abraço do Branco.