30 dezembro 2010

escolhas para vinte dez

“Twenty-twenty-twenty four hours to go I wanna be sedated
Nothin' to do no where to go-o-oh I wanna be sedated
Just get me to the airport put me on a plane
Hurry hurry hurry before I go insane (…)”

Eis um novo ano que se aproxima (dez onze) e com ele a paranóia das listinhas e dos melhores do ano e as melhores músicas e os melhores filmes… como se alguém definisse secretamente uma escala validada por si próprio em que a comparação é possível sem recorrer à teoria implícita da semelhança. Adiante…

Os álbuns que eu mais gostei em 2010 (ou seja podem não ser álbuns do mesmo ano ou então também podem… estou confuso!):

1. Blood Red Shoes – Fire Like This (2010)
Surgido na sequência do album Box of Secrets de 2008 é em tudo melhor ou igual à sua fabulosa estreia. São um duo que arrebata quer pelo som quer pela energia quer pela vocalista (lol). É um álbum em que não tirava uma música e isso justifica por si só a minha escolha! É rock do bom é post-punk pós queixos!
2. Klaxons – Surfing The Void (2010)
Os Klaxons surgiram em 2010 em grande estilo com um produtor vindo do “nu metal” para fazerem um disco soberbo. Afirmaram definitivamente a sua posição no panorama internacional com recurso a um som menos polido e mais cru. Um dos grandes álbuns do ano.
3. LCD Soundsystem – This is Happening (2010)
O Sr. Murphy não sabe fazer mal. Tudo o que faz até pode fazer menos bem mas mal não sabe fazer. É o ícon da geração zero zeros e bem o merece. Mais um álbum fabuloso para o futuro recordar e lhe tirar o chapéu.
4. The Blows – Upskirts (2007)
Estes rapazes são uma maravilha! Banda de Vigo que vos falei aqui na estante foram uma constante comigo durante este ano.
5. Operator Please – Gloves (2010)
Estes australianos levaram-me a comprar a discografia completa após a descoberta deste recente trabalho de 2010. Um nome que me encheu parte do ano.
6. Motorama - Alps (2010)
Moscovitas lançaram um album gratuito em 2010 com uma qualidade rara. Uma verdadeira pérola do pos-punk em 2010.
7. Foals – Total Life Forever (2010)
Reapareceram dois anos depois com muita mais maturidade e com um album forte e cheio de emoções. Não digo que é melhor que o Antidotes porque sou um fã incondicional mas acredito que é um dos álbuns que ficará para a história de vinte dez.
8. Hockey - Mind Chaos (2009)
Não posso dizer mais do que remeter-vos para o dia 7.9.10 aqui da estante. Album magnifico.
9. Best Coast – Crazy for you (2010)
Uma das grandes surpresas do ano. Ao lado de Drums, Crocodiles e similares. Só escolhi este porque me afeiçoei mais a ele. Sei lá. Podia ser um dos outros dois...
10. Arcade Fire – The Suburbs (2010)
Magnifico regresso da super banda canadiana. Um album cheio de surpresas. Agradaveis.

Adenda! 11. We are Standard - We are Standard (2010) - Valha-me deus! Que album. Como foi possível esquecer-me do album que me fez comprar o primeiro 3000v 4000w. São grandiosos estes espanholicos. Gostava muito de os ver ao vivo.

Os concertos que mais gostei em 2010:

1. Blood Red Shoes @ Casa da Música
Um dos concertos mais ansiados e não so por isso figura como primeira escolha. Adoro estes miúdos, pronto. E as paixões são assim assolapadas!
2. Warpaint @ Teatro Aveirense
Estreia nacional deste quarteto de Los Angeles foi assombrosa. Só quem esteve no Aveirense presenciou o que em 2011 confirmará como uma das melhores bandas emergentes da cena indie.
3. Pearl Jam @ Alive
Pela primeira vez tive a oportunidade de ver o grande Eddie Vedder e provavelmente a última. Concerto muito competente para os fãs e com os fãs. Gostei muito. Por isso e muito mais é digno de registo.
4. Blackrebel Motorcycle Club @ Hard Club
A loucura. Sonora. Era um sonho ve-los ao vivo. Concretizou-se. Ainda para mais no Porto. Pena o som do hard club não fazer jus ao dinheiro que se paga. Enfim...
5. Bonnie Prince Billy @ Teatro Aveirense
Este senhor é um monstro. Ve-lo em aveiro é quase inacreditável. Mas aconteceu. Digno de registo em todos os sentidos. A música “I see a darkness” fica na história como o momento mais arrepiante de 2010 ao vivo. Obrigado BpB.
6. The XX @ Casa da Música
Outro concerto ansiado. Magnifico. Encheu-me completamente as medidas ve-los na Casa da Musica.
7. The Big Pink @ Alive
Magnifica banda em palco. Desejei muito ve-los em 2010 após a estreia magnifica em 2009 com o álbum “a brief history of love”. Gostei muito do concerto só não gostei da duração do mesmo. Festivais…
8. LCD Soundsystem @ Alive
O Sr. Murphy ao vivo é um monstro. Cada vez que o vemos percebemos como ele faz tudo. E bem. Excelente concerto apesar de curto. A repetir brevemente...
9. Here We Go Magic @ Teatro Aveirense
Uma completa surpresa apesar de já contar com o álbum original há algumas semanas. A rever porque as sensações foram excelentes.

Decepções completas em 2010:
Música
1. Interpol – Interpol (2010)
2. MGMT – Congratulations (2010)
3. Belle and Sebastian – Write about Love (2010)

Concerto
1. Scout Niblett @ Teatro Aveirense


1 comentários:

BR disse...

Não pela mesma ordem, mas sem combinar as minhas primeiras 3 escolhas foram iguais às tuas!

Concertos, estive "preso" e fui a poucos! ;-)

phd Red Tie!