19 novembro 2010

Faltou a 'Shimmering ...'

Foi no passado dia 12, sexta-feira, que os Belle Chase Hotel voltaram aos palcos depois de uma longa ausencia determinada pelo final da banda. Depois disso varios membros seguiram caminhos musicais, inclusive em conjunto, como nos projectos Quinteto Tati ou Azembla´s Quartet. JP Simões, o vocalista, iniciou depois uma carreira a solo, cantada em português, onde abraçou de forma mais livre a sua paixão pelas artes do cantautor, pela bossa-nova e a sua devoção assumida por Chico Buarque. Raquel Ralha, a outra vocalista, tem uma carreira de ainda mais notoriedade junto de Paulo Furtado, também conhecido por Legendary Tiger Man, nos seus Wray Gunn. Mas todos, todos juntos, só aconteceu de novo agora. Sem surpresa aconteceu em Coimbra, terra que viu nascer o projecto, no Teatro Academico Gil Vicente, uma sala agradavel, com cadeiras, um excelente sitio para os BCH montarem o seu cabaret. Durante o concerto, nas suas na altura famosas tiradas entre musicas(que agora já não são acompanhadas por um cigarro numa mão e um copo na outra) JP brincou por exemplo com a dificuldade que a critica musical teve , por aqueles anos, em definir a musica produzida por esta pequena orquestra, inventando designações dificies de pronunciar. Mas a verdade é que os BCH foram um projecto claramente à parte no panorama nacional, pela qualidade das letras e arranjos, dos musicos, das prestações ao vivo e também dos registos em estudio que deixaram , infelizmente apenas dois. O primeiro, 'Fossanova', era logo um 'melting pot' de influencias, com varias faixas que ainda hoje ouço com agrado como 'Sign o' the crimes', 'Lonely gigolo', ou 'Scorpions in love'. Depois veio 'La Toillete des etoiles', com o tema titulo a ser cantado em francês e o primeiro single 'São Paulo 451' em...brasileiro. Era um trabalho mais denso e negro, um contraponto perfeito para o primeiro disco. Foi de lá que veio 'Light Movie', espécie de retrato policial/James Bondiano que deu inicio perfeito ao concerto. Um bom espectaculo que, desconfio, ira melhorar ainda mais com a afinação e desenvoltura resultantes de mais uma ou duas datas. Estarei certamente no Porto quando ca vierem para os rever. Afinal podem não aparecer outra vez tão cedo e como estes não há, de facto, muitos.
Fica um video do concerto, gravado da cadeira ao lado da minha(thks Pi)...os Belle Chase Hotel e 'Living Room'...

 
 
'Bring me the wine, my dear...'
 

1 comentários:

Skinny disse...

Tive pena de não ter podido ir... era bom matar saudades. Keep on the good work