05 janeiro 2008

Balanço 2007

Ora ao contrário dos meus amigos bloggers acho que este foi um ano brutalíssimo quer em termos de concertos quer em termos de albúns lançados. Ah! E os sorrisos partilhados nos concertos… auguram um ano de 2008 ainda melhor. Sem mais demoras vamos à lista ponderada e encurtada para 20 nomes e 10 concertos:

1. Interpol “Our love to admire” 2. Artic Monkeys "Favourite Worst Nightmare" 3. The National "Boxer" 4. Radiohead "In Rainbows" 5. Andrew Bird "Amchair Apocrypha" 6. Beirut “Flying Club Cup” 7. Arcade Fire “Neon Bible” 8. Klaxons “Myths of Near Future” 9. Caribou “Andorra” 10. You Say Party We Say Die “Lose All Time” 11. St. Vicent “Marry Me” 12. Bat for lashes “Fur & Gold” 13. Los Campesinos “Sticking Fingers into Sockets” 14. Stars “In Our Bedroom After the War” 15. Basia Bulat “Oh, My Darling! 16. LCD Soundsystem “Sound of Silver” 17. Pony Up! “Make Love to the Judges with Your Eyes” 18. The Bird and The Bee “The Bird and The Bee” 19. Menomena “Friend And Foe” 20 The Shins “Wincing The Night Away”

E os concertos:

1. Interpol @ Razzmatazz (Barcelona) 2. The Whitest Boy Alive @ Summercase (Barcelona) 3. The Gossip @ Summercase (Barcelona) 4. Interpol @ SBSR (Lisboa) 5. Artic Monkeys @ Vigo (Vigo) 6. K’naan @ Festival Musicas do Mundo (Sines) 7. Chriss Suderland @ Mercado Negro (Aveiro) 8. Arcade Fire @ Summercase (Barcelona) 9. Trilok Gurtu @ Festival Musicas do Mundo (Sines) 10. Wordsong @ Mercado Negro (Aveiro)

E como é pessoal? Agenda para o próximo ano? Onde vão ser os festivais?...

8 comentários:

João Santos disse...

Estarei rodeado de Interpolmaniacos?

Aceito bem o 1º lugar no top do Fragata de concertos(mesmo tendo sido um ano em que pode ver Lcd e Arcade Fire, duas das mundialmente reconhecidas como das melhores bandas em palco), ja que Interpol era a sua primeira vez, a banda é das suas preferidas, e digo ja aqui que das minhas tambem,mas Interpol em 1º dos albuns Marco e Bri?! Concordo com o Fragata quando diz que o album foi desilusão...É claramente um bom conjunto de canções que até produziu o maior single de sucesso dos rapazes,capaz até de os por a rodar nos 'Morangos com Açucar', mas melhor do ano num ano tão bom? Um album que qualquer fã lucido de Interpol reconhecerá como o mais fraco dos três apesar de conter peças belissimas como 'Pioneer to the falls'? No ano de 'Turn on the Bright Lights' aceitava, em 2007 sinto-me 'indignado'...lol...ainda assim gostei de os ver com todos voces no SBSR. Quanto ao resto nada a dizer, temos gostos diferentes e ainda bem, é saudavel para a estante. Mas neste caso acho que falou mais alto a vossa adoração fora do comum pela banda, potenciada pela opurtunidade de os ver ao vivo, do que qualquer outro criterio porventura mais acertado quando se escolhe uma lista de melhores do ano. Ou não será? Tambem não sei, para o ano façamos um olhar mais distanciado...Mas é curioso ver que das escolhas de todos Interpol é provavelmente a banda que não consta de uma unica lista de publicações da especialidade...
Um grande 2008 para vos Marco, Bri e Fragata cheio de boa musica em rodela e ao vivo! Um Abraço

Marco Costa disse...

João concordo totalmente contigo! A lista que eu fiz não está ordenada mas sim numerada sem qualquer critério senão a pura ordenação. Tinha que colocar "Our love to admire" nos melhores albuns para mim pois foi um dos albuns que mais rodou cá em casa e que eu mais gostei de ouvir. Quanto ao melhor album do ano não sei se o consigo definir no meio dos 20 mas penso que o album de Beirut é definitivamente uma pedrada no charco da indie-folk. :)
Espero que neste ano de 2008 continue a beber conhecimento nos teus posts, já que tendo gostos diferenciados, fiquei bem contente por ter conhecido algumas das coisas que postaste!

Ah! E os concertos... bem temos de afinar a agenda pq é bem melhor ver concertos com os amigos.

Abraço.

E resposta à tua pergunta: Estás rodeado de Interpolmaniacos!

Bri disse...

Obviamente estás rodeado de interpolmaniacos… :)))

Ora bem, na minha opinião, o que dizem as revistas da especialidade é que não será com certeza um critério a levar em linha de conta na eleição dos meus melhores álbuns de 2007, né João?! Quanto muito serão uma orientação…

O ano de 2007 foi o ano em que ouvi os 3 albuns de Interpol. Sim, cheguei atrasada e apenas conheci os anteriores também agora… (pode realmente ter influenciado à eleição). E ouvi e ouvi e ouvi… E ouvi-o e ouvi-o e ouvi-o porque me deu prazer faze-lo. E isso sim é, na minha opinião, O critério a levar em linha de conta no álbum que elegi como o melhor do ano. Ou melhor, como o que mais adoçou os meus ouvidos ;)

Da mesma forma, o concerto que elegi foi o de The Whitest Boy Alive. Provavelmente tu tb não o farias e, quiçá, te sentiste “indignado” ;), mas foi realmente o concerto que mais gozo me deu ver… Não é isso que importa também na minha eleição para o melhor concerto do ano?!

Kisses! ;)

Bri

Preguiça disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marco Costa disse...

preguiça! a música para quem só ouve e não toca nem canta (como eu por infelicidade e nitida falta de jeito) faz-se de adorações. cegas. E não de modas e do que os outros acham ser bom ou acham que devamos ouvir.

adorações. cegas.

;)

Preguiça disse...

marco costa, aqui fala o renato ....

primeiro, falta de jeito nunca impediu ninguém de cantar nem tocar, e posso indicar-te algumas bandas com disco editado como prova

segundo, adorações cegas nem no futebol quanto mais na musica

terceiro, nada do que eu digo é para ser levado a sério, tirando a minha lista de dois albuns de 2007

quarto, apago este comentário quando a brigite me mandar apaga-lo como fez com o outro .... poizé!!!

Bri disse...

lol! :D

Como se eu conseguisse mandar numa preguiça do teu tamanho... :)

Tiago Fragata disse...

Ei, mantenham-se todos calmos!

Este deve ser o post com mais comentários...