06 junho 2007

Novidades de Colonia

Em 1998, Michael Mayer, Wolfgang Voigt e Jurgen Paape formaram a Kompakt Records, com sede em Colonia, na Alemanha. Desde esse ano e do primeiro maxi 'Triumph' de Paape até hoje foram talvez os maiores responsaveis pela divulgação e propagação das novas correntes de house e techno que vieram revitalizar generos moribundos. Temas como 'Robson Ponte' de Reinhard Voigt, 'Tomorrow' de Superpitcher, 'Speaker' de Mayer ou 'Yes Sir, I Can Hardcore' de Ferenc redefiniram estilos, sendo para isso ajudados pelas series de compilações 'Kompakt Total' ( que vai no seu 8º tomo) ou mais tarde pela serie de maxis 'Speicher', mais virada para o techno de pista e que revelou autenticas bombas como 'I Walk (Superpitcher remix)' de Quarks ou 'Domino' de Oxia.
A Kompakt cresceu irremediavelmente para outros campos, fundou subsidiarias como a K2 (techno) ou a Kompakt Pop e claro, passou tambem a apostar no formato album. Provenientes da Kompakt são por exemplo grandes albums como 'After Love' de Closer Musik, 'Here Comes Love' de Superpitcher (sem duvida um dos meus preferidos, album e artista), 'Touch' de Michael Mayer, 'Doppelleben' de Justus Koehncke, 'Are You Really Lost' de Matias Aguayo ou 'Kozi Comes Around' de Dj Koze.
Pois bem, esta gente não está parada e de Colonia continuam a vir boas noticias...no caso mais 2 belissimos albuns.
Por ordem de saida para o mercado, primeiro 'Chromophobia' de Gui Borato, um brasileiro proveniente das areas da bossa nova e Mpb (!!) que se voltou para a electronica e que ja havia dado nas vistas com faixas como 'Sozinho' ou 'Gate 7' (esta incluida no album). O album é muito solido apesar de saltar entre estilos e ambientes com faixas mais calmas como 'Acrostico' (belissima) ou descargas como 'Beautiful Life' ( tema dedicado à sua mulher e melhor faixa do album, uma das obras-primas de sempre da Kompakt ).
Logo de seguida foi libertado 'From Here We Go Sublime' de The Field, pseudonimo de Axel Willner, que se havia estreado como o maxi 'Things Falling Down' em 2005, já na Kompakt e que cumpre neste album as pistas lançadas nesse e no maxi seguinte, explorando melodias minimais e repetitivas em contextos techno e house (mais este), sem nunca abdicar de uma beleza incrivel nas suas construcções musicais. Faixas como 'Over The Ice' ou a tremenda ' A Paw In My Face' são exemplos perfeitos disso. Fica a chamada de atenção para esta label e para estes dois discos, bem como para os outros se por acaso ainda não os conhecerem...mas se assim for...onde tem estado?

0 comentários: