20 março 2007

Make way for the S-o-v !!!

Começou a escrever as primeiras rimas aos 14 anos, aos 16 abandonou a escola decidida a triunfar na música e antes de completar 20 anos tinha já um EP de grande sucesso no Reino Unido e um contrato com a Def Jam de Jay Z, editora que em 2006 lançou o seu primeiro álbum Public Warning. Foi assim a ascensão meteórica da auto-proclamada “biggest midget in the game”.

Com um flow excepcional e rimas pontiagudas Lady Sovereign não tem medo de ser confundida com uma adolescente irascível da geração da Internet – assume-o na sua música no estilo despreocupado de quem não se leva demasiado a sério. É nas batidas graves e contundentes do Grime que sobressai um discurso sagaz e destemido, contaminado por um sentido de humor venenoso que deixa transparecer sem complexos influências como Mike Skinner ou Dizzee Rascal. Public Warning é um reflexo da cultura urbana, repleto de referências pop embrulhadas em versos que oscilam entre o inteligente e o jocoso, prevalecendo no final a ideia de um álbum fresco, enérgico e cativante que revela uma MC que promete dar muito que falar.

3 comentários:

João Santos disse...

Flow lazy.. pick da pace up when I flow less hazy,
J-Lo's got a batty,
Well you can't see mine cus I wear my trousers baggy,
Anyways.. yeah, lets... commence....

GRnde Lady Sovereign.Nos ja a acompanhamos desde as compilações 'run the road'...gosto muito do humor e das rimas de flow acelarado.Quase uma Missy inglesa.Bons olhos tem o Jay-z que assinou logo com ela.Pode vir a ser grande nos usa...

Fabiana disse...

Só se for mesmo lá...

João Santos disse...

Na Inglaterra ja é..cá talvez não seja...cá temos mais é pessoas que nunca falam...mas destilam veneno de vez em quando...usando palvras de dizzee rascal 'flushing mc's down the loo...if you don't believe it bring your posse,bring your crew'