25 janeiro 2007

Sete (pt 1 de 4)

Por razões que nem sempre se me apresentam obvias sempre considerei o sete um número especial.
Não é a minha data de nascimento,nunca foi o meu numero de turma,não está particularmente ligado a nada de verdadeiramente relevante na minha vida.Ou então....
Dei por mim a pensar que estamos em 2007(que perspicaz!) e que nos anos acabados em 7 costuma aparecer um album daqueles que de facto aprecio, daqueles que podem mudar uma vida....
Foi assim em '67,'77, '87 e também em '97 por isso por que não esperar isso de 2007?
Decidi por isso gastar um pouco das minhas linhas de escrita e da vossa paciência a escrever sobre esses albuns.A primeira duvida era por onde começar.Que ano escolher?
Bem...1967 ficou obviamente para o fim.Talvez tenha sido o ano mais creativo de sempre no contexto da musica 'pop'.E nem preciso lembrar que por decoro e respeito nem vou falar do 'Sgt. Pepper's....' pois (já começo a cair na repetição...) Eles são de outro campeonato....
Sobravam 3 hipoteses.'97 tem uma escolha mais ou menos obvia para mim mas resolvi pensar melhor no assunto(a propósito aceito e aguardo sugestões com alguma curiosidade).
Finalmente e só com 2 escolhas escolhi a dificil.'77 é para mim obvio.A escolha resume-se a 2 álbuns e sempre tive preferência por um.Por isso sobrava '87.
E em '87? Em '87 havia algumas escolhas.É o ano da descoberta da América pelos
u2 em 'Joshua Tree' mas se um dia escrever sobre eles terá forçosamente que ser sobre o periodo '91-'94 em roçaram a genialidade com 'achtung baby' e 'zooropa'.Mas em '87 uma das bandas que de facto tocou a genialidade e por repetidas ocasiões apresentava ao mundo aquele que viria a ser o seu ultimo álbum de originais.Vinham de uma carreira com apenas outros 3 álbuns e 3 compilações.Para os fãs eram quase álbuns já que a carreira de singles era vasta e várias das melhores músicas só estavam verdadeiramente acessiveis lá.Sempre os considerei uma banda que de certa maneira relegava o formato álbum para uma espécie de 2º plano.A sua ambição era a canção pop perfeita,aqueles 3 minutos que podem mudar tudo.E eles mudaram tudo muitas vezes...
Talvez por isso compilações e albuns eram recebidos da mesma maneira.
O meu preferido até é mesmo uma compilação mas não é de '87...
O que nos faz voltar ao motivo desta prosa...o álbum de '87 dos Smiths (sim, é deles que falo...)
'Strangeways were we come' , a peça, é de longe o seu álbum mais produzido e com mais cuidado a nivel de som e arranjos.É também considerado por muitos o mais 'pop'.E ainda que concorde em parte com esta opinião, sustentada por musicas como o single 'girlfriend in a coma',dos mais 'leves' que alguma vez libertaram, devo acrescentar também que o considero dos mais tristes de sempre que alguma vez foram feitos.
Versos como 'last night I dreamt that somebody loved me/no hope no harm, just another false alarm' são,para alem da beleza sempre associadas às letras de Morrissey para os Smiths, de uma angustia quase alarmante.O album é curto mas muito bom.Tem pérolas como 'unhappy birthday', 'stop me if you think you've heard this one before' ou 'I started something I could't finnish' e bom...foi o ultimo deles.Fica uma das carreiras mais imaculadas de sempre.E as canções.E aquela voz.
E fica aqui o post também.Já só faltam mais 3 anos e 3 albuns.

5 comentários:

Tiago Fragata disse...

Como é óbvio, e parece-me óbvio, que a tua escolha óbvia de 1997 recai sobre: Radiohead "Ok Computer". Como sugestões dou as seguintes: Blur "Blur", Suede "Coming Up", Portishead "Portishead", Supergrass "In it for the money" e umas poucas q me devo estar a esquecer...
O Sgt.Peppers é evidente que é de outro campeonato, mas eu próprio considero o ano de 1967 de outro campeonato, ora vejamos: Beatles "Sgt.Peppers...",Velvet "Velvet Underground & Nico", Doors "The Doors", The Who "The Who Sell Out".
Já nos anos de 1987 fica registado o primeiro lançamento dos Pixies e para mim não muito mais...
Relativamente a 1977 os grandes, os enormes Sex Pistols, com "Never Mind the Bollocks Here's the Sex Pistols", os Clash "The Clash".
Enfim, curti essa ideia João,muito bom! Aguardo pelos próximos 3 posts!

Nelson disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nelson disse...

De facto, depois de pensar um pouco reparei que os anos finalizados em 7 possuem excelentes colheitas, aqui fica a minha selecção:

1957: John Coltrane "Blue Train"
1967: The Velvet Underground " The Velvet Underground & Nico" / The Doors "The Doors"
1977: David Bowie "Low" & "Heroes"
1987: Pixies "Come On Pilgrim" / Depeche Mode "Music For The Masses"
1997: Elliott Smith "Either/Or" / David Bowie "Earthling"

Tiago Fragata disse...

Aí está uma falha imperdoável minha...Esquecer-me do álbum que mais curto dos Depeche, "Music for the Masses"!

João Santos disse...

come on pilgrim e um ep e por isso nao falei nele.music for the masses e excelente mas prefiro o violator.e tinha que falar dos smiths um dia.