29 novembro 2006

Red Snapper - "Making Bones" - 1998


Tenho uma data de sentimentos estranhos ao escrever sobre este album. É antigo, não é o tipo de musica que costumo ouvir, e já não se faz nada assim tão cru há alguns anitos.
A minha empoeriada estante levou-me a escolher este cd como banda sonora de um fds cheio de trabalho e acabei por passar os dias seguintes a "cantarolar" algumas das musicas.
Este album foi muito inovador na altura que foi lançado, não no estilo, mas na sonoridade, e marcou-me profundamente numa altura em que eu andava a descobrir "the good side" da musica electrónica.
Conotados como acid-jazz, ou electronic-dance, para mim estes tipos são uma banda de hip-hop puro, com uma imensas influencias drum´n´base.
São mesmo uma banda! Tocam instrumentos e tem um M.C. com uma voz grave e visceral inconfundivel. A sua musica anda toda à volta de uma bateria e de um baixo agressivos e exploradores, há um saxofone que de vez em quando quebra a frieza deste duo com um cheirinho de jazz... o resto são pormenores, dos bons obviamente!
Outra coisa que tem piada neste album é o facto de a banda nos fazer descansar um pouco entre as musicas mais pesadas, com calmarias como a "Image of You" que fazem lembrar um pouco Koop ou Cinematic Orchestra. (ou seja, que nada têm a ver com o resto).
Sem duvida um disco a explorar por qualquer amante de algum tipo de muisca electrónica.

ps: Se não este post não vos suscitar qq tipo de interesse, façam-me um favor pessoal e ouçam a fantastica "The Slepless", e passem-se com o groove do baterista a soltar e prender das cordas da tarola durante a musica.

4 comentários:

Marco Costa disse...

Que dizer? Album fabuloso... na estante lá de casa desde a adolescência... :) aconselho todos os albuns destes senhores... quanto a este é sem dúvida um marco histórico...

quem não conhece não ouça: compre.

O Puto disse...

Este disco é fenomenal. Entre este e o disco de estreia (estou a exclui a compilação dos primeiros EP's) venha Deus e escolha.

joao disse...

sim sim

João Vasco disse...

desculpem... disse sax, mas na realidade é um trompete...