08 novembro 2006

Nuno Prata - "Todos os dias fossem estes outros"


Hoje não vou escrever sobre musica, mas sobre um problema pessoal: Tenho um CD que se recusa a sair do meu leitor do carro.
Ouvi há uns tempos na RUM (no programa Português Suave) um tal de Nuno Prata que tinha uma musiquinha engraçada, não me saiu da cabeça. Comprei o CD, não me saiu do leitor.
Antes de descobrir que se tratava do antigo baixista dos Ornatos, pensei: “ bem, se o Manel sabe que este tipo lhe anda a copiar a forma de cantar, o sotaque e as circunstancias temáticas das letras… vai haver estalo”
Ou seja, a musica deste tipo é muito na onda dos Ornatos, Pluto, e Supernada, com a diferença de ser um som quase todo acústico. São usados uma série de instrumentos invulgares (como o kazoo, latas, bombo de fanfarra, reco-reco) para fugir do som mais pesado das bandas acima referidas, mas a essência esta toda lá. Pronto, também mete um pouco de bossa-nova… Para quem já viu ao vivo, é muito do género do projecto “Foge Foge Bandido” com mais melancolia e crítica social.
É um disco levezinho, que não deixa marcas profundas, mas é muito bem concebido e nada presunçoso.
Definitivamente a ouvir, para quem venera o Manel e o bom pop-rock português.

0 comentários: