14 outubro 2006

Nouvelle Vague


Nouvelle Vague no estilo habitual bossa-nova/cabaré/jazz brilharam num ambiente descontraído e num cenário mítico em vias de extinção… o Hard Club foi o palco enfeitiçado pelas bruxas Phoebe e Melanie nesta encantadora sexta-feira 13. Valeu o concerto e daí este post, pela poderosa prestação da Phoebe em que por vezes o seu corpo parecia não ser suficiente para segurar a alma entusiástica que tinha tomado posse dela naquela noite de luar ameno e supersticioso… também o show de pandeireta trabalhado e sofisticado que pensei não existir e a voz angelical e suave da Melanie que contrastava na perfeição com a voz grave e forte da Phoebe. Iniciaram o concerto com “killing moon” Echo And The Bunnymen, o publico delirou e cantou com “too drunk to fuck” Dead Kennedys e ao fim de uma pequena hora de concerto seguiram-se dois encores de 20 minutos, o primeiro com duas musicas onde ouvimos “in a manner of speaking” dos Tuxedomoon e na despedida “just can’t get enough” Depeche Mode. Claro que entre outros temas não faltaram “bela lugosi's dead” Bauhaus bem como, “love will tear us apart” dos Joy Division. O gato preto desta noite foi a Symbiose que brindou todos os presentes com um álbum de Cabaret Noir ou Laws of Motion. Eu tive a felicidade de ser presenteada com os dois:) … obrigada David! Uma sexta-feira 13 pequena demais para tanto feitiço que os NV traziam na bolsinha dos pózinhos mágicos…

Filme: Bande à part (1964) Jean-Luc Godard / Música: "dance with me" (2006) Nouvelle Vague

2 comentários:

Nelson disse...

Queria felicitar-vos aos quarto por este espaço. É sempre bom encontrar malta musicalmente esclarecida. Sim Carla, é Nelson que tu conheces!

Carla Silva disse...

Muito obrigada pela felicitação:)