17 outubro 2006

Concerto de Final Fantasy

Foi com o auditório praticamente cheio da casa das Artes, em Famalicão, que assisti ao concerto de Final Fantasy, composto unicamente pelo Owen Pallett, violinista de suporte dos canadianos Arcade Fire. Confesso que me surpreendeu muito pela positiva, em grande parte por nunca ter visto algo semelhante. É deslumbrante observar a construção das músicas de Final Fantasy ao vivo, assistimos progressivamente aos ritmos criados por Owen, à gravação destes (desculpem, mas não sei a designação do aparelho que ele utiliza), e à reutilização dos mesmos ao longo da música. É sem sombra de dúvidas fenomenal! Estamos a falar de alguém que tem uma noção abrangente de todos os sons da música, da cadência dos ritmos, de um domínio completo do violino ( ouvi sons que nunca imaginei serem de violino...), de orgão, etc. É a aliança do Pop com a música neo-clássica de uma forma sublime.
Para além de Owen, também esteve presente, em grande parte do concerto, uma pessoa que projectava imagens num retroprojector ( aparelho que não via um desde os tempos de escola), criando desta forma uma fantasia de imagens que se complementava na perfeição com os sons produzidos por Owen.
Já tinha gostado do álbum, mas depois de assistir ao concerto fiquei um seguidor convicto do trabalho deste canadiano, que para além de participar nos Arcade Fire também já trabalhou com a Orquestra Barroca de Toronto.
De notar o fecho do concerto, com uma versão fantástica de uma música dos Bloc Party. Para ter em conta Final Fantasy...

2 comentários:

Nuno Moura disse...

grande concerto! esperava a participação de um baterista mas em vez disso o piano foi uma boa surpresa, o que influenciou o alinhamento de musicas. foi bom ver este ano 2 concertos de final fantasy tao distintos. ah ...além de bloc party, fabulosa versão dos destroyer da música notorious lightning :)

Nuno Moura disse...

perdão, a música foi "an actor's revenge" :)